TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

29 de set de 2009

QUANDO SE AMA OU O SILENCIO É O QUE?

Esse blog é meu xodó...
Não planejo nada do que vou escrever e não sei se ele pode ser claro,benéfico ou auxiliador como eu queria que ele fosse,acho que o papel de quem escreve é o de passar algo que não seja visto como uma coisa normal ou comum,pois a universalidade das coisas que tento escrever é um reflexo reluzente das coisas que penso e como penso e falo quase que ao mesmo tempo,com esse blog de textos novos por dia,to pensando,falando,ouvindo música e escrevendo ao mesmo tempo...


E mesmo que não ouça as palavras de alguns que estão lendo isso , é como se eu pudesse ouvir,pois não gosto muito do silencio sem uma especificação bem especificada...

É mil vezes preferível uma voz que diga coisas que a gente não quer ouvir,pois ao menos as palavras que são ditas indicam uma tentativa de entendimento.
Cordas vocais em funcionamento articulam argumentos,expõem suas queixas, jogam limpo.
Já o silêncio arquiteta planos que não são compartilhados.
Quando nada é dito, nada fica combinado.

Quantas vezes, numa discussão histérica,ouvimos um dos dois gritar:

"Diz alguma coisa, mas não fica aí me escutando!"

É o silêncio de um, mandando más notícias para o desespero do outro.
Só que o amor quando existe é responsável pelas mudanças mais significativas nas almas das pessoas , fazendo com que o silencio não consiga esconder as teorias, os diálogos que você planejou, a decisão que parecia irrevogável...

Quando se ama as coisas ruins tomam Doril.


Quando se ama pensamos muito e sofremos efeitos colaterais...

Eu agora estou sob os efeitos do cheiro dela, estou rendido ao gosto dela, estou ligado a ela pela derme e epiderme. A gravação do meu celular informa:

"Seus neurônios estão fora da área de cobertura ou desligados"

Isso nunca aconteceu com você?
Como é bom dar folga ao nosso raciocínio e deixar-se seduzir, sem ficar calculando perdas e danos, apenas dando-se ao luxo de viver o seu dia de Pigmaleão(

Pequeno parentese sobre 2 visões minhas de pigmaleão:

Também chamado efeito Rosenthal, é nome dado em psicologia ao efeito de nossas expectativas e percepção da realidade na maneira como nos relacionamos com a mesma, como se moldassemos a realidade de acordo com as nossas expectativas em relação a ela. É baseada num escultor -rei e uma estátua , que conto sobre outro dia...


Outra visão Slowliana:
O autor Vicente Sesso escreveu a novela “Pigmaleão 70”. Era uma obra baseada na peça homônima de Bernard Shaw,com direção de Régis Cardoso e com inversão dos personagens principais.


Todos nós temos uma tagarelice apaixonante dentro da mente.
Para uns, o silencio é o medo do desconhecido...
Para outros é um não saber como dizer...

Quem sabe até uma frustração qualquer, do tipo:

Medo de se entregar ( a alguém ou a alguma coisa ).
Medo de se relacionar ou medo de viver um grande amor ou medo de ser rejeitado ou medo de inovar ou medo de mudar ou medo de voar mais alto.

Para alguns,o silencio é a incerteza que a falta de preparo atemoriza.

Ou uma trava imaginária que as inseguranças da vida fabricaram durante a educação.
Mas, se você pode perder, você também pode vencer.

Para alguns,o silencio é só medo...
Se der um passo além do medo, você vai encontrar o raio de sol entrando em sua vida.
Abra esse escudo anti-ruído e deixe o sol inundar você...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??