TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

1 de ago de 2009

SAMURAI

Estou muito longe de casa e inocentemente estava achando que a cidade que agora estou não era tão loge ...errei redondamente! Estou em Campos , interior do estado do Rio participando de um evento na cidade , junto com meu amigo Dj Samurai , que conheci pessoalmente em Macaé , mas que já tinha ouvido falar ... O evento é aqui no SESC Campos e o nome do dito cujo é: "Urbanidades", que reúne diferentes manifestações urbanas como música, exposições, cinema, esportes e literatura.


DJ Samurai

A expressão , "Urbanidades", está relacionada , de certo modo a coisa urbana e de periferia ,entretanto, a urbe é um espaço bem maior do que a periferia. Se por um lado esta expressão não podem ser descartada, por outro lado não constitue a totalidade das expressões artísticas urbanas.

Além do que me compete(RAP) temos a música produzida e reproduzida em espaços alternativos, imagens capturadas por todas as câmeras, os carrinhos de rolimãs, pistas naturais, marcas da arte nos muros, os games digitais,o street ball , o skate , o break e as possibilidades de estar no mundo.

No sabado o evento está mais direcionado para o skate ,e no domingo , o street ball , o que não impediu de hoje por exemplo , ter a grata surpresa de ver muitos b- boys dançando com muita classe e raça...

O nível dos skatistas me deixou bem feliz e até resolvi escrever sobre a arte dos carrinhos e por que andar de skate:
Após varios contatos, pesquisas e entrevistas, existem varios motivos que levam a praticar o esporte. Injecta no corpo a maior adrenalina que existe na vida, desenvolve a coordenação motora, estimula os reflexos, aumenta o poder de concentração, fortalece determinados músculos e articulações, incentiva a repetição e insistência, crescendo a determinação do indivíduo.



Para a maioria dos skatistas, cresce a auto-confiança do praticante, por ser um exercício anaeróbico, estimula as funções cardiovasculares do corpo. Transforma qualquer "imbecil" num contestador inconformado com algumas das "baboseiras" da vida, pode ser praticado em qualquer lugar, desde que a superfície seja de concreto, asfalto, madeira ou metal.

Permite voar sem ter que pagar passagem aérea ou ter que saltar de asa-delta, faz com que o sujeito passe a observar a arquitetura da cidade de maneira diferente.
O mais interessante, é o meio de transporte menos poluente que existe, nenhum outro é tão estiloso como ele, abre a mente, ouvidos e coração pra outros tipos de estilo de vida, música e comportamento, cria roupas funcionais que sempre viram moda depois de um tempo, promove o crescimento de um senso crítico jamais encontrado em outra tribo urbana.

Desse modo o sujeito praticando o esporte sai na rua cheio de boas intençoes, com a cabeça mais aberta.
Muitas vezes devemos enfrentar a vida como se fossemos um real samurai:

Um comentário:

  1. Que super bacana essa reflexão sobre os skatistas. Embora eu não pratique, sempre pensei exatamente tudo isso a respeito da atitude e prática do skate. É meio evidente que só pode ser muito bom mesmo andar de skate.
    Acho o skatista sobrevoando o asfalto uma das imagens mais modernas e plenas de liberdade que a gente pode ver nas cidades. Além de ser muito bonito de se ver também, há um efeito plástico: não é a toa que os skatistas são chamados de surfistas do asfalto. A imagem do surfista dominando as ondas é outra imagem desse gênero de beleza, que envolve auto domínio, coragem, determinação, precisão, etc etc

    ResponderExcluir

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??