TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

31 de jul de 2009

J-LIVE NO RJ

Ontem a Lapa parou para ver o Grande J -LIVE ao vivo no Cine Lapa....
Figuras das mais ilustres estavam lá e a vibe foi muito positiva , além do gringo , discotecando e cantando , rolou ainda os mcs xará , kamau e iki e o dj tamempi...



FOI ALGO MUITO VERDADEIRO A APRESENTAÇÃO DO MC NORTE AMERICANO , QUE ENTRE UM ESPIRRO E OUTRO MANDAVA SEU SOM , COM MUITO TALENTO E ALEGRIA.

Marcio zulu grafitti filmou a parada toda e tirou umas fotos , e vou dizer , quem não foi perdeu uma parada muito sinistra.


Jean Jaques Cadet, mais conhecido como J-Live é um dos nomes mais importantes do rap alternativo. Começou sua carreira na época de ouro do hip-hop americano em meados da década de 90. Foi apresentado para o mercado pelo renomado DJ Mark Farina em sua coleção “Mushroom Jazz”. Logo em seguida, J-Live foi conquistando o respeito de produtores como DJ Premier, Pete Rock e Prince Paul com suas letras inteligentes e levada invejável.

J-Live é formado em Inglês pela Universidade de Albany, em Nova Iorque, e lecionava em escolas de Brownsville e Bushwick, bairros de classe baixa do Brooklyn. Talvez por isso suas letras são consideradas as mais inteligentes do hip-hop atual. Seu primeiro disco, “The Best Part”, passou por diversos problemas com gravadoras e selos e só foi lançado cinco anos após ser concluído quando o rapper decidiu abrir seu próprio selo, o Triple Threat Productions em 2001. Com sua própria gravadora, o mc, além de ter liberdade em fazer sua música da forma que deseja, ainda apresenta ótimos nomes no mercado. Desde então, lançou mais três discos e alguns Eps, todos com ótimas críticas e grande aceitação em outros nichos musicais, além do hip-hop.

J-Live é um dos artistas mais completos da música rap. Produz suas músicas, tem grande técnica como DJ (inclusive em suas apresentações atua como mc e dj ao mesmo tempo), talento lírico de sobra e total independência com seu selo. Seu ultimo disco “Then What Happened?”, foi lançado no ano passado com uma sonoridade baseada no jazz e no soul dos anos 60, com produções suas e de nomes como Jazzy Jeff, DJ Nu-Mark, Evil Dee, Nicolay, entre outros.

Portanto, fiquem com seus primeiros 3 discos.



J-Live - The Best Part


01. Outside Looking
02. Intro
03. Got What It Takes
04. Don't Play
05. Vampire Hunter J
06. YES!
07. Them That's Not
08. Kick It to the Beat
09. Wax Paper
10. Timeless
11. Get the Third
12. School's In (Remix)
13. R.A.G.E.
14. True School Anthem
15. Inside Looking Outro
16. The Best Part
17. Play
18. Braggin' Writes Revisited
19. Epilogue





J-Live – All Of The Above


01. First Things First
02. How Real It Is
03. Satisfied?
04. Interlude 1 (I'm A Rapper)
05. Emcee
06. Like This Anna
07. One For The Griot
08. Stir Of Echoes
09. Interlude 2 (For The Babies)
10. Do That $#!%
11. All In Together Now
12. Nights Like This
13. The 4th 3rd
14. Travelling Music
15. A Charmed Life
16. All Of The Above
17. Interlude 3 (Whatever)
18. Happy Belated
19. Satisfied? (Dub)
20. 3 Out Of 7
21. The Lyricist





J-Live – The Hear After


01. Here (ft. Soulive)
02. Aaw Yeah
03. Fire Water
04. Do My Thing (ft. Cvees)
05. Whoever
06. The Sidewalks
07. Audio Visual
08. Brooklyn Public Pt. 1
09. Listening (ft. Kola Rock)
10. Harder
11. Coming Home (ft. Dwele)
12. Weather The Storm
13. After

Procurem...

Um comentário:

  1. Não conhecia, mas seu post aguçou a vontade de conferir o trabalho do cara.
    Ainda mais por ficar sabendo que ele fez Letras, deu aula na periferia. ( identifiquei-me com isso)
    Acho que o cara não odeve ser nada careta...

    ResponderExcluir

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??