TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

16 de mai de 2009

Chá de Mentirinha City...

Achei bacanérrimo o chá do Chapeleiro Maluco , um dos personagens malucos do livro Aventuras de Alice nos País das Maravilhas e queria falar sobre o chá maluco de desaniversário mas, fuçando daqui e dali, descobri que isso não era bem um assunto de fácil aceitação , já que o fabuloso chá de São João de Mentirinha, é muito mais doido que qualquer chá ,inventado ou não...

A história da menininha aventureira já deve ter tido tantas versões quanto a Bíblia, tamanho é o sucesso dessa obra literária! E como quem conta um conto aumenta um ponto, a minha história também não seria diferente. Cada escritor deu um toque pessoal naquela parte em que o Chapeleiro diz que o Tempo não se perde, como se ele fosse uma coisa. Ele é… não vou contar! Essa parte eu não conto de jeito nenhum.
O que quero dizer é uma viagem muito longa...

Não existe chá que dê uma onda tão maneira, tenho certeza! É metaforicamente nonsense! Só as metáforas dão vazão à criança que sempre existirá dentro de nós, mesmo que nos transformemos em uma carcaça ambulante,discursando na véia praça da Matriz.

Fica claro mais do que nunca que o melhor escape é sonhar! Quem perder essa capacidade, já era e nem percebeu! Sonhos malucos ou não, que sejam concretos! Viver é brincar com a imaginação, tornar um dia tedioso no maior barato! E é sonhando que a história da Alice começa e é assim que a de todos nós deve continuar. O sonho de ninguém pode acabar, principalmente quando acordamos.

Vai uma força ai pra sua digestão desse chá Slowniano:

“Ave-Maria cheia de graça, é ela a menina que vem e que passa, no doce de leite a caminho do mar. Santa Maria, Pinta e Nina, se essa rua fosse minha, vamos todos cirandar. Minha terra tem palmeiras, botafogo e laranjeiras, patos, mirim e mangueira, onde canta um sabiá”


É essa loucura que dá sabor ao meu chá, um sentido a mais ao que parece não ter sentido algum. A fantasia, o mistério vai além do que se vê e não tem nada a ver, necessariamente, com surtos psicodélicos. A coisa é mais saudável do que se imagina. Como diz meu parceiro queridíssimo, é só paz, amor e um pouquinho de molecagem!
Onde mais poderia existir….

… uma Rainha de Copas que vive berrando a plenos pulmões com voz esganiçada Cortem-lhe a cabeça!, condenando seus súditos à execução por qualquer coisinha, mesmo não sendo de nada? Ela é apenas muuuuuito engraçada! O Grifo é quem sabe. Na verdade, lá quem manda é o Rei, que vem sempre atrás perdoando todo mundo!

Aliás, o Rei só não perdoou o Gato Querri, que como todo gato é cheio de personalidade e ainda ficava invisível, deixando por último um sorriso suspenso no ar até desaparecer totalmente. Como cortar a cabeça do bichano, se não existe corpo? O Carrasco nunca tinha feito uma coisa dessas e o Rei argumentava que tudo que tinha cabeça podia perder a cabeça. O problema mesmo era achar o Gato Querri. Hahaha…


Foi daqui dessa cidade lenda que extraiu-se varias coisas para o mundo de Alice,onde mais poderia existir também aulas de Portosseco, Martemática e também as 4 operações Maritiméticas: Ondição, Submersão, Multinatação e Diversão? Sem esquecer da Educação Química, Chuvória antiga e moderna, Geomarinha, Algas Práticas de Desenho e Fundura a Óleo? Hahaha..
Por fim…

Atire a primeira pedra quem nunca falou sozinho, quem nunca teve um sonho maluco, ou viveu maluquices. Assim como os personagens dessa história, somos um bando de malucos belezas à la Raul Seixas!

Que um dia o nosso mundo real seja tão maluco quanto o País das Maravilhas!!!

“Ouviram das pitangas, bergamota

Eu vi a tua vó virar cambota

Em cima de uma lata de compota

Eu vi a tua vó de cara torta”


“Gigante é aquela sobremesa!

Mas não pode comer antes do almoço!

É claro que eu espero, com certeza!

Torta adorada!


Entre outras mil, és tu pra mim

Caramelada!

Com fio-de-ovos, creme, chantilly

Torta de abacaxi!”




Slow, que se identifica muito com essas maluquices e nem se importa se existe porquê para o urubu parecer com uma escrivaninha e faz esse chá que não custa muito , só umas clicadas e umas leves digitações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??