TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

25 de mar de 2014

Die Leiden des Jungen Werther

Busquei esse livro a partir de uma citação numa disciplina chamada psicologia humanista existencial. Por mais que a ideia de unir dois temas, aparentemente contrários entre si, fosse absurda; me encantei com a forma de condução das aulas. E me encantei também com a obra de Johann Wolfgang von Goethe.



O livro "Os sofrimentos do jovem Werther" trata das verdadeiras agruras do personagem-título que sofre intensa e progressivamente por um amor não correspondido. Werther é a figura do amor que remete ao ultra-romantismo no Brasil do século posterior. Aquele amor que se consome a ponto de justificar a continuação da existência.O amor que se sacrifica somente para estar perto mesmo que nada seja consumado.

As notas de rodapé enriquecem mais ainda o enredo e torço por Werther de tal forma que consigo compreender a onda de suicídios no período em que o livro foi lançado ...

Marco inicial do romantismo, considerado por muitos como uma obra-prima da literatura mundial, é uma das primeiras obras do autor, de tom autobiográfico - ainda que Goethe tenha cuidado para que nomes e lugares fossem trocados e, naturalmente, algumas partes fictícias acrescentadas, como o final.

 


Johann Wolfgang von Goethe nasceu em 28 de agosto de 1749 em Frankfurt am Main, Alemanha. Em 1772 Goethe mudou-se para Wetzlar, a pedido do pai, para trabalhar na sede da corte da justiça imperial. Lá conheceu Charlotte Buff, noiva de seu colega Johann Christian Kestner, por quem se apaixonou. O escândalo dessa paixão obrigou-o a deixar Wetzlar. Um ano e meio depois, em 1774, Goethe publica Die Leiden des Jungen Werther (Os Sofrimentos do Jovem Werther). 

Com esse romance Goethe tornou-se rapidamente conhecido em toda a Europa. 

Também autor de "Fausto", Goethe foi condecorado por Napoleão, contestou teorias de Newton e conheceu canções tupinambás através da leitura de "Dos Canibais" de Montaigne.

No fim do livro, o detalhamento é tanto que cheguei a gritar.Vale a pena!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??