TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

14 de fev de 2014

TOP 10 RAP FEMININO!!!

Top 10 Rap Feminino Brasil

Lisa - Ultimato à Salvação


Lisa é MC e "Beat Maker", moradora de Morro Agudo - Nova Iguaçu - R.J e faz parte do grupo U-Sal (Ultimato à Salvação).

Ela tem um flow muito agressivo e suave , ao mesmo tempo. mistura sentimento e rimas fortes sempre com uma letra simples mas filosófica.
Lisa , mandou bem em dois projetos destinados apenas à mulheres: “ Mulheres do Hip Hop Pelo Fim da Violência contra a Mulher ”, pela organização Cemina, e, “ Hoje eu Tive Um Sonho...Carolina de Jesus ”, pela organização Criola. 

Se apresenta na Alerj (Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), no evento de comemoração pelo dia da Bíblia.
Participa do show de lançamento do CD “ Mulheres do Hip Hop pelo fim da Violência Contra a Mulher ”, realizado no Circo Voador.



Dina Di - Visão de Rua



Considerada a primeira mulher a alcançar sucesso no rap brasileiro, Dina Di iniciou sua carreira em 1989 e lançou diversos singles em sua carreira.

Foi indicada a diversos prêmios e festivais brasileiros, com destaque aoPrêmio Hutúz, onde foi escolhida na categoria Melhores Grupos ou Artistas Solo Feminino da década.

Lançou vários álbuns em parceria com o grupo Visão de Rua.

Tudo que se falar , de bom ,  sobre o talento desta mulher é pouco. Pra mim umas das maiores e melhores do mundo , não perdendo em nada para nenhuma mulher gringa!



Sharylaine



Rapper, compositora, cantora, interprete , MC na Cultura Hip Hop e Atuante na cultura do Samba paulistana da zona leste de São Paulo.

Integra (ou integrou) a diretoria da Frente Nacional de Mulheres no Hip-Hop (FNMH²) e transmite o estilo e a firmeza do movimento através de debates e trabalhos musicais.

Sharylaine é pioneira do Rap, foi ela quem montou o primeiro ou um dos primeiros grupos formados só por mulheres em 1986, chamado “Rap Girl’s”.

Sharylaine participou da tão falada e histórica “Coletânea Consciência Black Vol. 1″.

Legado imenso , responsabilidade imensa que se equilibram em um talento formidável.




Rúbia - R.P.W.
rubia


MC Rúbia Fraga leva a honra de ter "desafiado" a cena predominantemente machista e puritana num tempo em que foi uma das primeiras a segurar um microfone e cantar com homens o chamado Rap Bate-Cabeça. Ela integra, além da FNMH², o coletivo Hip-Hop Mulher, que desenvolve no Estado de São Paulo ações mensais de inclusão das mulheres através da cultura dos cinco elementos.

Ela sempre quebrou tabus , sempre quebrou no flow e nas rimas.
Cada vez que vi essa mulher rimar eu aprendi alguma coisa relevante pra minha parada!!! Máximo respeito!!



Edd Wheeler



Edwiges Tomaz mais conhecida como Edd Wheeler, atua no movimento hip hop desde 1992, quando criou com sete amigas o grupo “As damas do rap”. 

Na mesma época integrava a Atcon – Associação Atitude Consciente, entidade constituída por artistas de Hip-Hop da época. 

Atualmente divide a carreira de rapper com a de advogada, integra o grupo “Rap da saia” e é presidente da “Frente Nacional de Mulheres no Hip Hop”. 

Continua na luta pela inclusão da mulher no movimento e pelos direitos da mulher na sociedade como um todo.

Cheguei a ver algumas apresentações da Edd. Posso dizer uma coisa: Ela tem o dom!!!



Flora Matos




começou a fazer shows solo acompanhada do DJ Brother, fato que a fez receber o prêmio de melhor cantora do ano de Brasília.

Em 2007, gravou um remix da canção "Véu da noite", da cantora Céu, produzida por KL Jay, DJ do grupo Racionais MC's. Fez uma turnê pela Europa, passando por Paris, Angers, Le Mans, Lisboa, Porto, Bologna e Napoli. 

Na volta ao país, lançou o seu primeiro single, intitulado "Jogo da Velha". No ano seguinte, fez shows solo e participou junto com Emicida do programa "Experimente", exibido pelo canal fechado Multishow, da Rede Globo.

No fim do ano acabou lançando sua primeira mixtape, Flora Matos vs Stereodubs.




Stefanie


No ano de 1997 Stefanie deu início a sua trajetória, nesse ano Stefanie e mais três amigas decidiram montar um grupo de Rap mas o projeto não saiu do papel mas Stefanie continuou a escrever suas letras. 

Desde então Stefanie conquistou a admiração dos adeptos e simpatizantes do movimento, teve a oportunidade de realizar parcerias com alguns MCs.

Participou de alguns projetos coletivos como: Mixtape do DJ Nato, Mixtape do DJ Bola 8, Projeto Presença Feminina, Virada Hip-Hop entre outros.

Acho o nível desta mulher tão alto que poucas chegam perto ...
Rimas - improviso - atitude - ação e charme.
Rap feminino bem representado.




Tina 



Sua história na música tem início quando ainda criança, na cidade interiorana de Dracena (SP) fez parte do coral ‘Filhas de Maria’. 

Seu grupo, ‘Negritude Posse’ fez barulho na década de 90.

Fez parte do Renascer Prise’ um belo coral . 
Participou do som  ‘Contos da Sul’.
Participou do som ‘Mais Um Lamento’, produzida pelo cantor black ‘Silvera’, para o álbum de Simoninha’.

Lançou o  CD ‘Atitude’, a partir de então, passou a colecionar uma série de aparições importantes junto a trabalhos de renomes.

Idealizou o grupo secular ‘A Tal’, formado por ela, e as rappers ‘Angélica’ e ‘Luana’. 

Lançou mais um projeto ‘Mina de Ouro’.




Lica Tito


Ela foi uma das precursoras da presença feminina no hip hop gaúcho e passou por uma das mais importantes bandas da black music local, a Groove James. 

Até na ONU , em Cuba , e mais lugares do mundo a guria cantou. 

Dona de um registro de voz único, descolada no free style das rimas, a cantora Lica Tito agora está radicada Rio de Janeiro  , tive a chance de ver algumas de suas rimas e de perto.

Mesmo com uma carreira no momento mais dedicada ao seu lado cantora , a M.C ainda está lá , quebrando tudo e impressionando com o free e com a rima aguçada de sempre!





Lurdez da Luz






Lurdez é originária de São Paulo capital, mãe solteira de um filho, iniciou seu gosto pelo rap em 1994, e pelo final do da década de 90, ingressou no grupo de hip hop Mamelo Sound System, como vocais principais e secundários.

Ela iniciou sua carreira solo em 2009.
Em 2010 ela lançou o primeiro single, Andei , para à promoção de sua primeira gravação solo de estúdio, o EP Lurdez da Luz .

Tal faixa também recebeu videoclipe, que foi indicado ao Video Music Brasil 2011 como o "Melhor Videoclipe".

Lurdez da Luz deixa aflorar a feminidade e afirma seu estilo e lugar em um mundo que se modifica o tempo todo.

A cantora, mostra um mundo no qual não existe só um caminho e função: ela é cantora, rapper, compositora e mulher, principalmente mulher.

Falando de amor e de relações humanas de um jeito não convencional, seu trabalho se destacou na crítica e conquistou novos públicos para o rap.




TENHO MUITAS MENÇÕES ...

LUNNA - NEGA RE - TULANY - LADY RAP - KAROL CONKA - LIVIA CRUZ - ANFETAMINAS - NEGAATIVAS - RPSP DE NOVA IGUAÇU - BEBEL DU GHETO E MUITAS OUTRAS!!!



MAS ESSE É O MEU TOP 10!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??