TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

26 de set de 2013

um rapaz de boina e com jeito de artista!!


Grupo estreia batalha de poesias na hora do almoço no Centro do Rio Favoritar

Competição atrai curiosos no Largo de São Francisco



No Largo de São Francisco, um rapaz de boina e jeito de artista (eu) avisava com um megafone, na hora do almoço desta quarta: Você precisa de outro alimento que não seja arroz e feijão. O alimento, no caso, são versos, oferecidos de graça ao povo por um grupo de poetas que, pela primeira vez no Rio, participou de uma batalha de poesias. Batizada de Slam Tagarela, a competição, aos poucos, foi conquistando um pequeno público, que escolhia os preferidos. No fim, levou a melhor Allan Jones, de Aracaju, com uma crítica cheia de rima (e ritmo) ao deputado federal e pastor Marco Feliciano.


Que se desproíba também a vendedora de salada de frutas/ e a mulher que saliva só de ouvir o sininho pendurado na moto/ da vendedora de salada de frutas, dizia um trecho da poesia mais ovacionada.

Mentor da iniciativa, o poeta Paulo Emílio Azevedo, que acaba de lançar o livro Palavra projétil, poesias além da escrita, se inspirou no Slam Poetry competição de poesias, acompanhadas de performances, comum no exterior para criar a versão carioca, que ocupará o Largo de São Francisco toda primeira terça-feira do mês a partir de 5 de novembro, começando às 12h. A experiência de ontem foi apenas o piloto do projeto. Para participar, basta se inscrever no site da rede de fomento Cia. Gente (www.ciagente.com.br).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??