TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

12 de set de 2011

MORRER!!!

Morrer pela palavra.
Morrer sem poder morrer.
Você me condena a estar morto sem morrer, quando resolve atirar em mim seus remorços.
Se eu soubesse ser soberbo tal como o espelho diante dos seus olhos...
Talvez eu pudesse ser você, quem sabe. Somos no mínimo quatro e todos os meus múltiplos.
Eu agora ouso pensar que sei quem sou. Sempre depois que você me mata eu faço nascer outro rebento seu em mim.
Mas é sempre o mesmo, os mesmos olhos negros, no entanto não posso comer e beber a minha própria condenação, por isso sempre torno a me confessar em prantos e o aperto forte em meu peito. Quero ele só pra mim, porque nasceu da minha morte.
Esse rosto desesperado, essa fome de viver. quando você me mata é meu filho que vc em mim faz que me impede de morrer...
Ora, então, quando a útima fibra da corda for cortada com meus dentes, me livrarei de você e de morrer pela sua palavra.
Gosto imenso de ser chamada de louco. me insere no mundo.
Gosto ainda mais de pensar:
Não sou o que está refletido nos seus olhos de ódio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??