TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

28 de ago de 2011

logo q amanhece fico de macaco!


O Expresso de SpeedfreakS!

hempadão!!!

por Várzea Crew


A bruxa está solta. Como muitos sabem a rapper Dina Di morreu na madrugada do dia 20/03. Depois de exatamente uma semana o corpo do mestre SpeedfreakS foi encontrado em uma vala jogado com mais um homem e ambos baleados, foi mais uma grande perda para a cena do Rap nacional.


Como nossa editoria é finalizada na sexta-feira, pedimos desculpas por semana passada não ter sido uma homenagem a ele. Porém, como seria impossível passar invisível essa semana estamos aqui pra falar um pouco mais dele e de seu trabalho.


Há 15 anos na cena, Speed é considerado um dos pioneiros da nova escola de Rap e até hoje um dos mais respeitados rappers do Brasil. Desde 90 vem se apresentando e dividiu palco com grandes nomes como: Beastie Boys, Chad Smith (Red Hot Chili Peppers), Roberto Menescal, Marcelo D2, Jorge Ben, Sandra de Sá, Seu Jorge, Racionais, Grand Master Flash, Rhazel (The Roots), Negra Li, e muitos outros.


Entre temas macabros e descontraídos, Speed faz jus ao estilo definido por ele como "sem capa", que "não precisa de maquiagem", como cita em uma de suas letras. A produção de batidas no estilo tradicional, fica por conta de sua habilidade com ProTools, programação de beats, mixagem, contra-baixo, guitarra, teclados e scratches.


O primeiro rap intitulado "Sinistro" foi escrito em 1990 e gravado em 1992.


O segundo foi "Eu Sou o Capeta". Em 1993 lançou o grupo SpeedfreakS com a Demotape.


Fez shows com Planet Hemp em São Paulo junto com Black Alien e no Rio de Janeiro com Nação Zumbi.


Formado por Speed, Black Alien e DJ Rodrigues, por volta de 1998, o grupo mudou de nome para Black Alien & Speed.


Pra disponibilizar aqui para vocês, fomos em busca dos álbuns que foram de sua “carreira solo”, não conseguimos achar todos, mas estamos postando dois dos álbuns “Expresso” e “Meu nome é velocidade”.


O álbum "Expresso" (2001) foi apontado pela crítica paulista especializada como "o melhor disco de Rap de todos os tempos".


O álbum tem participações de Rappin' Hood, Black Alien, Paulo Napoli, Bnegão e Otto. Em 2001 a música "Quem Que Caguetou", de Black Alien & Speed entrou em uma das coletâneas da revista Trip com tiragem de 80.000 cópias.


Ganhou nome em inglês "Follow me Follow Me" e se tornou um hit na Europa. Fez sucesso na França em um comercial de TV do carro Nissan X-Trail. Na Alemanha foi lançada no mercado fonográfico com grande retorno em vendas. Rendeu ainda remixes por artistas de renome internacional como Afrika Bambaataa e Fat Boy Slim. SpeedfreakS, antes nome de seu grupo, agora é seu nome artístico.


Em 2008 lançou o disco "Meu Nome É Velocidade". O álbum conta com participações de Bnegão, Tigrão Big Tiger, Victor Binghi-I, Rhossi, Gilbert-T e Daniel Sydens.


Quanto ao lado escritor, Speed fala de sua vida e descreve situações em que estava no local apenas como observador. Por onde passa, SpeedfreakS deixa evidente um estilo dinâmico e libertário, facilmente refletido nas rimas

.

Já vimos que o mestre Speed faz parte da história do Rap nacional, merece nosso total respeito e nossa pequena homenagem. Descanse em paz irmão!


Clique nas capas para Baixar!


Expresso - SpeedfreakSMeu Nome é Velocidade - SpeedfreakS

Um comentário:

  1. Sol queimando minha cabeça mas mesmo assim permaneço sentado

    ResponderExcluir

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??