TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

3 de jun de 2011

Quem se lembra do largo do sardinha???


Localizado no coração do Rio de Janeiro, todas as sextas-feiras, após às 18hs, o Largo da Sardinha (local em que a maioria dos bares alí localizados vendiam sardinhas fritas), próximo à Marechal Floriano, era point dos djs, empresários, Mcs e donos de equipes de som.

A presença alí era certa quando o assunto era funk ou soul, ou até mesmo, quando rolava algumas negociações de discos importados e aparelhos, dentre eles o MD da SONY.

Era gente que não acabava mais. Djs de um lado, com a tradicional cervejinha, os donos de equipes malocados dentros dos bares, ajustando aquilo que seria sucesso no final de semana, enfim, era alí que a galera se reunia para uma série de contatos.

O propósito deste point, dentre outros, em sua maioria, era negociar. Quando não era a venda ou troca de um disco, era o Mc querendo fechar uma data num clube ou, então, djs querendo comprar um MD, uma cápsula para a MK2, mídias de minidisc, aparelhos minidisc, discos, toca-discos, etc..

LEMBRANÇAS : o DJ Laerte e o Betinho da Explosão, já falecidos. E aí vai ! Ari Pantera, Ronaldo da Equipe A COVA, Mad Zoo, Movimento Funk Club, Marcelo (técnico da LIVE), já falecido também !Naquele época, o celular ainda estava engatinhando. P

roduto caro, dividindo o espaço com os aparelhos da MOBITEL e TELETRIM.
Era um desfile só. Todo mundo de MOBITEL na cintura.

O local não estava reservado apenas para a frequência de pessoas sem muita expressão na mídia. A presença de Rômulo Costa, Marlboro, dentre outros, era destaque em algumas ocasiões.

No mais, um local que a gente não esquece ! Bons tempos !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??