TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

24 de fev de 2011

crise no oriente médio ???

Arqueólogos do Antigo Oriente Médio, historiadores e biblistas estão empenhados em recuperar a importante Herança cultural da antiga Mesopotâmia , região que corresponde hoje ao moderno Iraque, que viu, há alguns milênios, surgirem os primeiros esforços humanos para a domesticação dos animais e a realização da agricultura.

Nas planícies banhadas pelos rios Eufrates e Tigre surgiram as primeiras cidades da história. E, ao que tudo indica, a primeira vez que o homem colocou uma língua por escrito se deu em Uruk, no sul mesopotâmico.

Assim, alguns fenômenos matriciais do que se convencionou chamar de "civilização" tiveram seus primeiros balbucios no antigo território iraquiano.

Embora milenares, esses processos deixaram suas marcas na paisagem na forma de centenas de cidades, palácios, templos e quarteirões residenciais que hoje formam os "tells", as colinas que escondem abaixo de si os resíduos arqueológicos de uma experiência histórica singular.

Nimrud, Iraq


Some-se a isso os milhões de tabletes de argila em que os antigos sumérios, assírios e babilônios registraram em sua escrita cuneiforme desde simples contratos de compra e venda de terras e escravos, atos de casamento, herança, adoção, até os mais antigos textos literários da humanidade.


Ur, Iraq
Trata-se do maior conjunto de escritos antes da invenção da imprensa por Gutemberg e um número incalculável deles encontra-se ainda no subsolo iraquiano ,que a invasão anglo-americana do Iraque acabou danificando em uma escala muito maior até do que se previa.

Samarra






Em 2003 aconteceu um saque do Museu Nacional do Iraque em abril. No Iraque, constatou-se, em 2004, que, por ano, cerca de 150 mil tabuinhas cuneiformes estavam sendo roubadas e vendidas ilegalmente. A destruição cultural do Iraque não parou e só aumentou,de nível,potencia e poder...

A importância do patrimônio histórico iraquiano excede as fronteiras do país e de seu regime. Os objetos e textos que o compõem são fundamentais no esclarecimento de questões cruciais para o entendimento do passado de toda a humanidade.

Um único exemplo bastará: hoje, sabe-se que o entendimento do texto bíblico só será plenamente possível com o avanço das pesquisas sobre a história mesopotâmica. Se a relevância desse argumento for reconhecida, teremos um motivo a mais para clamar pela paz no Oriente Médio.























































































































Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??