TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

9 de mai de 2010

voto dos 7...palhaços...vida!

1ano atras ,duas coisas me fizeram mais um terço feliz...

1-A quantidade de depoimentos e acessos que esse insano , mas coerente ,blog teve ...
2-Ir num sarau de poesia e ver uma autentica folia de reis da Baixada ...



Teve uma amiga minha ,que não será citada ,que me perguntou:
"Slow...O que é folia de reis?"

Eu não quero falar muito disso (do desconhecimento da cultura popular ) mas,vai um minutinho de informação , pelo menos dos personagens :

O mestre: A administração geral dos preparativos da folia é de responsabilidade do mestre. É o mais velho e o principal elemento do grupo, tem autoridade total, é responsável pela cantoria, pelo perfeito desempenho dos demais; é também encarregado de prover as necessidades materiais da corporação: uniformes, instrumental, bandeira. Ainda se observa na figura do mestre um elo de um sincretismo com as manifestações religiosas de forte cunho afro.

O palhaço: Com seu jeito cínico e dissimulado, representa ora os soldados do rei Herodes que ora o próprio Diabo. Ao palhaço fica destinado o papel cômico, símbolo do deboche, da diversão e da alegria contidas nesta festividade. O seu jeito alegre e suas vestimentas coloridas são responsáveis pela distração e divertimento de quem assiste o desempenho.. Geralmente possuem habilidades de acrobacias e saltos. A maioria dos palhaços executam passos de frevo, mortais, espacatos, possuindo grande versatilidade corporal.



A figura do palhaço exerce no interior da folia as atividades ligadas ao lado profano e lúdico. Sempre usando uma máscara confeccionada nos mais diversos materiais (pele de animais, tecidos, papelão, napa) essa figura/ator, ao lado da folia, executa danças e chulas com extrema comicidade.

Os foliões: Compostos de pessoas simples, geralmente de origem rural, representam a maioria dos participantes da festa. Todos os foliões estão sujeitos a uma estrita disciplina. Na observação identificamos que entre os foliões há uma multiplicidade de atores das mais distintas matrizes culturais. Observamos crianças e adultos que no grupo que tipifica os bichos da companhia/grupo, os atores fazem evolução de gingas, de passos de frevos, como ferrolho, passa-passa, agacha-agacha, pernadas e outros movimentos. Outros atores executam evoluções de saltos, mortais, gingas e espacatos.

Descobri ontem que o que faz com que os grupos não acabem é que cada membro que entra sempre faz um voto prá sair sete anos e quando está quase acabando esses sete anos ele faz outro voto e assim vai vida inteira".



POR FALAR EM POESIA E EM SETE:


Sete irmãs ela tem

Sete caminhos para os sete pecados

São sete as estradas por onde passei

Pelas sete vidas que eu vivi



Durante os sete dias da semana

Percorri sete trilhas

Então vi as sete faces do amor

A maior das sete maravilhas



Sete céus sobre mim

Sete véus de sete cores

São sete as virgens que eu desposei

Pelos sete mares que eu naveguei


Bem que as pessoas importantes na nossa vida poderiam fazer esse tipo de voto DOS 7 ANOS , e não sair do nosso lado ...never...

OBRIGADO PELO APOIO DE TODOS...

FELIZ DIA DAS MAMIS...

2 comentários:

  1. Diz José Saramago que "a providência dos cronistas é a associação de ideias". Esse seu blog tem sido esse exercício de escrita que permite viver essa providência que tem uma aura abençoada por conta de que diz tudo, mas na medida mesma em que diz de cada coisa um pouco mais do que supúnhamos saber. ;-)

    ResponderExcluir
  2. koé parceiro do meu tio!!
    tamo junto gostei do blog @#$%&*?\,,/

    ResponderExcluir

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??