TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

31 de jan de 2010

TARANTINO

SABE...
Sabe quando você vê um filme e nem precisa esperar subir os créditos para identificar quem é o diretor? Quentin Tarantino é um desses caras, de talento único e estilo facilmente reconhecível. Fazem parte do seu extenso repertório os roteiros nada lineares e banhos de sangue bem abundantes. Nesse ponto, aliás, Tarantino não decepciona os sanguinários de plantão, e mesmo seus personagens mais inspiradores passam por maus bocados.

OPINIÃO...
Os filmes de Tarantino são conhecidos por seus diálogos afiados, cronologia fragmentada e sua obsessão pela cultura pop. Comumente, são vistos como graficamente violentos e, em seus filmes Cães de Aluguel, Pulp Fiction e Kill Bill, há uma enorme quantidade de sangue jorrando.




















Marcas fictícias como os cigarros "Red Apple" e a lanchonete "Big Kahuna Burgers", de Pulp Fiction, apareceram depois em vários filmes, como Four Rooms, Um drink no inferno e Kill Bill. O diretor também é conhecido por gostar de cereais matinais, que aparecem constantemente em seus filmes, com marcas como "Fruit Brute" em Cães de Aluguel e Pulp Fiction, e "Kaboom" em Kill Bill.


































Outra caracteristica refere-se as cenas de diálogos em que a camera se localiza dentro do porta-malas de um carro.


Mundo Paralelo


Através dos roteiros de Quentin Tarantino é possivel notar que as histórias se passam num mundo paralelo e que as os personagens de seus filmes possuem elos entre si. Um exemplo disso são os irmãos Vega, Vicent Vega aparece em Pulp Fiction, já seu irmão Vic Vega é presente em Cães de Aluguel.

Fãs mais fervorosos criam teorias a respeito de outros personagens, como é o caso de Rufus em Kill Bill vol.2 (Samuel L. Jackson) que consideram ser Jules Winnfield (também interpretado por Samuel L. Jackson) de Pulp Fiction, porém vivendo uma nova vida, com outro nome, em El Paso.


Influências

Tarantino ficou conhecido como cineasta por seu conhecimento enciclopédico de filmes, críticas de cinema e história do cinema. Particularmente, ele tem um vasto conhecimento de filmes estrangeiros, filmes de gênero e filmes pouco conhecidos. Ele se declara um fã de filmes de ação de Hong Kong, filmes de faroeste, filmes de terror italianos, filmes da nouvelle vague francesa, e cinema britânico.

Sua paixão por estes estilos de cinema se reflete em seus trabalhos — todos os seus filmes fazem referências a outros filmes ou gêneros diferentes de cinema, em seu estilo, histórias ou diálogos. Certa vez, ele resumiu tudo isso dizendo "Eu nunca freqüentei a escola de cinema. Eu freqüentei o cinema".

Na eleição de 2002 do Sight and Sound Directors, Tarantino revelou sua lista de doze melhores filmes de todos os tempos:

The Good, the Bad and the Ugly
Rio Bravo
Taxi Driver
His Girl Friday
Rolling Thunder
They All Laughed
The Great Escape
Carrie
Coffy
Dazed and Confused
Five Fingers of Death
Hi Diddle Diddle

Uma lista anterior dos melhores filmes de Tarantino também incluía:
Blow Out; One-Eyed Jacks; Per qualche dollaro in più; Bande à part; Breathless, a refilmagem de Acossado de Goddard; Le Doulos, They Live by Night e The Long Goodbye.
Tarantino também cita Taxi Driver e Mean Streets, de Martin Scorsese, bem como Dawn of the Dead, de George A. Romero, como fortes influências.

Críticas

Tarantino vem sendo criticado pelo uso de temáticas racistas em seus filmes, especialmente a palavra nigger (negro) em Cães de Aluguel e Pulp Fiction, principalmente pelo cineasta negro Spike Lee. Numa entrevista à revista Variety, Lee disse: "Eu não sou contra o termo... e eu o uso, mas Tarantino é obcecado pela palavra. O que ele quer? Ser considerado um negro honorário?"

Um exemplo bastante citado é uma cena de Pulp Fiction, na qual o personagem Jimmie Dimmick, representado pelo próprio Tarantino, recrimina o personagem de Samuel L. Jackson, Jules Winnfield, por usar sua casa como um "depósito de negros mortos", seguido por um discurso no qual ele utiliza a palavra exaustivamente.

Lee faz uma referência direta a este fato em seu filme Bamboozled, quando o personagem Thomas Dunwitty diz: "Por favor, não se ofenda por eu falar a palavra "nigger". Eu tenho uma esposa negra e três filhos mestiços, então eu acho que tenho o direito de usar essa palavra. Eu não ligo pra o que Spike diz. Tarantino está certo. "Nigger" é apenas uma palavra."

Tarantino se defende afirmando que o público negro aprecia seus filmes, e que Jackie Brown, outro exemplo bastante citado, foi feito principalmente para audiências negras: "Para mim, este é um filme de negros. Foi feito para o público negro, inclusive".

Tarantino também é criticado por plagiar idéias, cenas e até diálogos de outros filmes. Por exemplo, a idéia geral do roteiro de Cães de Aluguel parece ter sido tirada do filme City of Fire, de Ringo Lam, e The Killing, de Stanley Kubrick, enquanto a idéia de criminosos nomeados por cores tenha sido retirada de The Taking of Pelham One Two Three.

A versão de Don Siegel de The Killers influenciou as seqüências de abertura e encerramento de Pulp Fiction, e a cena da injeção de adrenalina lembra bastante uma história contada por Scorsese no documentário American Boy: A Profile of: Steven Prince. Além disso, a história de True Romance é praticamente a mesma de Badlands, de Terrence Malick.

Alguns dos diálogos de Tarantino, como o famoso discurso bíblico de Samuel Jackson em Pulp Fiction, foram trazidos de outros filmes. Por exemplo, em Karate Kiba (Combate Mortal, no Brasil), filme japonês da década de 1970 estrelado por Sonny Chiba (que mais faria uma ponta em Kill Bill como Hattori Hanzo), possui no texto introdutório da película o mesmo versículo recitado pelo personagem de Jackson.



Filmografia
Como diretor
1987 - My Best Friend's Birthday
1992 - Cães de aluguel
1994 - Pulp Fiction - Tempo de violência
1995 - Grande Hotel (segmento: O homem de Hollywood)
1997 - Jackie Brown
2003 - Kill Bill: Volume 1‎
2004 - Kill Bill: Volume 2
2005 - Sin City - A cidade do pecado (diretor convidado)
2007 - Grindhouse
2007 - Death Proof
2008 - Inglorious Bastards (anunciado)
Como roteirista
1987 - My Best Friend's Birthday
1992 - Reservoir Dogs
1993 - Amor à queima-roupa
1994 - Assassinos por natureza
1994 - Pulp Fiction
1995 - Four Rooms (segmento: The Man From Hollywood)
1995 - Dance Me to the End of Love
1996 - Um drink no inferno
1996 - Curdled
1997 - Jackie Brown
2003 - Kill Bill: Volume 1
2004 - Kill Bill: Volume 2‎
2007 - Grindhouse
2007 - Death Proof
2008 - Inglorious Bastards

Como ator
1987 - My Best Friend's Birthday .... Clarence Pool
1992 - Eddie Presley .... atendente do asilo
1992 - Reservoir Dogs .... Mr. Brown
1994 - The Coriolis Effect (voz) .... Panhandle Slim
1994 - Pulp Fiction .... Jimmie Dimmick
1994 - Sleep With Me .... Sid
1994 - Somebody to Love .... bartender
1995 - Destiny Turns On the Radio .... Johnny Destiny
1995 - Four Rooms (episódio: The Man from Hollywood) .... Chester
1995 - A balada do pistoleiro .... rapaz na pick-up
1995 - Dance Me to the End of Love .... noivo
1996 - From Dusk Till Dawn .... Richard Gecko
1996 - Girl 6 .... Q.T
1997 - Jackie Brown (voz - não creditado) .... voz da secretária eletrônica
2000 - Little Nicky, um diabo diferente .... diácono
2001 - Alias (série de TV) .... McKenas Cole
2007 - Grindhouse
2007 - Planet Terror
2007 - Death Proof

Como produtor
1987 - My Best Friend's Birthday
1992 - Past Midnight
1994 - Killing Zoe
1995 - Four Rooms
1996 - From Dusk Till Dawn
1996 - Curdled
1998 - God Said, 'Ha!'
1999 - From Dusk Till Dawn 2: Texas Blood Money
2000 - From Dusk Till Dawn 3: The Hangman's Daughter
2003 - My Name Is Modesty: A Modesty Blaise Adventure
2005 - O albergue
2005 - Daltry Calhoun
2006 - Freedom's Fury
2007 - Grindhouse
2007 - Death Proof
2007 - Hostel: Part II (completo)
2007 - Killshot (completo)
2008 - Hell Ride (em pré-produção)
2008 - Inglorious Bastards (muito bommmmmmmmmmmmmmm)



BREVE MAIS PESSOAS VIRADAS PELO AVESSO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??