TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

14 de ago de 2009

SOU MESMO ESTRANHO 2...A SAGA CONTINUA....

Acho mesmo que sou estranho... Eu até escuto vozes...
Uma delas dizia assim isistentemente, martelando "vai doer, amar , vai doer".
E aquela voz ali assim explodindo, e os limites ficando sensíveis e inconstantes...
Quando a solidão se tornava insuspeita e inevitável, dolorosa demais, parei, recuei e recusei, com o medo da loucura ,a loucura séria.
E já aos 30 e poUcos anos , resolvi me ouvir e amar... Amar e amar de verdade...


O diálogo foi uma sensação real...
Eu estava presente ali, mais omisso e maior que as outras vozes.
Aí tracei o fio de cada minúcia que levou aqui e ali, pensando que é tão importante crer nesse diálogo , como crer que há milhões de formigas sobre meu corpo agora , invadindo o teclado,invadindo o mouse.


- Quem falava?
- Posso mostrar, posso ser e rir e brincar com as malvadas palavras, trapacear com os versos, como fiz, ou tropeçar com as frases.
Cair ,descrever ,esquecer e fugir como um caveirão carioca , pensei fugir pela neurose (Estranho meeeeeeeeeeeeeesmo)

Eu sou estranho e a voz estranha que ouço pode ser a luz falsa do ORGULHO... Porque não é a barcaça de sentido que navega pelo caminho traçado... Sentido que se forma onde? Na máscara fria e arrogante, e solitária ou no riso desse apaixonado???
"Grande coisa - Grande palerma."


Mas na simples loucura falta a poesia e não há vida sem ela.
Qual poesia? Where's the rap?
Ouço a minha voz , e acreditei na luz e na possibilidade ínfima de ser F.E.L.I.Z.


Porque há palavras e coisas que me soam mais bonitas (amor), outras mais fortes(solidão) e outras ainda mais sinceras(eu).Mas algumas me reverberam nos intestino(estranheza).....................................................................
Porque essas e não outras epifanias orgânicas? Porque serão uns os mais sensíveis? ou porque acreditamos mais neles?


Deveria(voce, pessoa) ter ficado comovida e emocionada? Não foi exatamente o que fiz? Eu fiquei afinal... (EMOCIONADO... deixa...)



Sou como aqueles moleques que desmontam o despertador para aprender o que é o tempo.

3 comentários:

  1. O mais doido de um texto subjetivo como o desse post é que o leitor pode achar que está entendendo tudo, quando não está [agora vou ser bem paulistano] enntenndenndo nada! rsrs

    ResponderExcluir
  2. josafá amigo ...posso te ajudar a entender ...mas pode ser q vc já tenha entendido ..mas não sabe... vai saber....valewwww muito a tua constante atençao na minha escrita estranha ...bem carioca agora: tamujuntu e mixturado

    ResponderExcluir

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??