TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

21 de jan de 2009

DR.DRE


Dr.Dre... a lenda


Quando eu comecei a conhecer música, por intermédio do meu pai, que é DJ, (DJ Luiz Bigode) eu descobri um mundo fascinante o mundo do eletro. Também conhecido como bass, funk, eletrônico, pancadão e outros termos...

Eu desde então ia a todos os bailes funks que tinha aqui no Rio e um deles marcou muito a minha vida... o Casino Bangu... esse era show, tinha sempre uma multidão de pessoas na porta, 3 horas antes de começar, a fila dava voltas no quarteirão e esse baile conseguia isso por um único motivo... lá tocava música boa porque a atração desses bailes era o DJ, só ele e a equipe arrastavam milhares de pessoas para as noites de baile funk ,que eram radicalmente diferentes dos bailes de hoje.

Dentre os milhares de discos de vinil que a galera curtia tinha um chamado "The Fly", do grupo World Class Wreckin Cru, o grupo do Dr. Dre. Aí tem um link pra entender um pouco sobre essa parada das antigas: http://www.musicstack.com/records-cds/world+class+wreckin+cru

André Young, apelido Dr. Dre, nascido no dia 18 de fevereiro de 1965 em Luz Angeles, Califórnia, surgiu na cena musical no final da década de 1980 é um dos mais conhecidos dentre os produtores de rap da atualidade.

Aí vai uma porrada de chips do Dr. Dre é só curtir...
www.dr-dre.com/info/media.php
www.dr-dre.com/pictures/categories.php?cat_id=4

Capas de revistas
www.dr-dre.com/pictures/categories.php?cat_id=21

Começou sua carreira na música como DJ em um clube de Los Angeles chamado Eve After Dark. O responsável por esse clube, conhecido como Lonzo, contratou Dr. Dre e outro DJ do local, Yella, juntamente com o Cli-N-Tel (um amigo do colégio de André) para formar o grupo World Class Wreckin´ Cru.

A produção acontecia nos fundos do clube, onde havia um mini-estúdio de 4 canais onde foram gravadas as primeiras músicas do grupo. Eles entraram no top40 R&B de sucessos com o single Turn Off The Lights.

Logo o World Class Wreckin Cru deixou de ser uma prioridade para Dr. Dre e Yella quando eles formaram afiliado ao selo de gravadora Ruthless Records fundado por Eazy E com dinheiro obtido pela venda de drogas, o grupo N.W.A (abreviação de Niggaz With Attitude) que significa Negros com Atitudes, cujo os membros são Dr. Dre, DJ Yella, MC Ren, Ice Cube e o próprio Eazy E.

Suas músicas viraram hinos das ruas (embora grupo não tenha tido apoio da mídia, nem da MTV) e seus membros viraram os mais notórios representantes do que viria a ser batizado de gangsta rap: um gênero musical do hip hop com letras de hedonismo e violência.

Seus protagonistas justificavam o estilo chocante das músicas dizendo que eles apenas estavam contando como a coisa é. O Grupo N.W.A lançou 3 álbuns (nessa ordem):
N.W. A And The Posse, Straigh Outta Compton e Efil4Zaggin (Niggaz4Life ao contrário), todos produzidos pelo Dr. Dre e DJ Yella.

Durante seu tempo na Ruthless, Dr. Dre também produziu o álbum do grupo "Above The Law" e do rapper The D.O.C.
Dentro do N.W.A. houve desentendimentos entre os membros. Ice Cube havia deixado o grupo após o segundo álbum e o Dr. Dre após o 3º. Em 1991 - foi o fim do N.W.A.

Após isso, Dr. Dre fundou, juntamente com Marion Suge Knight, ou Suge Knight, o selo de gravadora Death Row Records (ou Corredor Da Morte) e o primeiro CD lançado por ela foi do próprio Dre, chamado The Chronic. Os singles desse CD (músicas que tocavam na rádio pra promover o álbum) foram Fuck Wit Dre Day, Let Me Ride, Nutin But A ´G´ Thang (esse, em destaque, já foi eleito o melhor single da década de 90 e é considerado o melhor single de rap de todos os tempos) e Lil´ Ghetto Boy.

Depois, Dr. Dre também produziu o álbum do Snoop Dogg chamado Doggystyle, mixou o álbum do Dogg Pound e contribuiu com algumas faixas para outros artistas, inclusive o viciante single do Tupac chamado Califórnia Love (junto de Roger Troutman).

Anos depois, começou a haver desentendimentos entre os dois fundadores. Dr. Dre achava que estava ganhando pouco por ser o produtor criador dos grandes sucessos que impulsionavam as vendas de discos e, descontente com a maneira como Suge Knight controlava a Death Row, ele sai de lá declarando que "o gangsta rap estava morto".

Por esse motivo e outros, como Tupac, um dois mais conhecidos artistas, havia morrido e Suge vai pra prisão, a Death Row decai. Pouco tempo depois, Dre funda a Aftermath Entertainment existente até hoje.

De lá vieram grandes nomes do Hip Hop americano como Eminem e 50 Cent.
Pela Aftermath Entertainment foi lançada a seqüência do The Chronic chamada 2001 (ou Chronic 2001 como é chamado pelos fãs)

Filmografia:
* 2001: (Welcome To Death Row)
* 1994: (Murder Was the Case) ator
* 2005: The Game
* 2003: Beef
* 2003: (Pauly Shore Is Dead)
* 2002: Straight Clownin´
* 2002: It´s Black Entertainment
* 2002: Hello, He Lied & Other Truths from the Hollywood Trenches
* 2002: Hip-Hop VIPs
* 2001: (Training Day)
* 2001: The Wash.
* 2001: (Welcome to Death Row)
* 1999: White boys
* 1997: Rhyme & Reason
* 1996 :( Set It Off)
* 1995: (The Show)
* 1994: Murder Was the Chase
* 1993: (goes)
* 1997-2004: Behind the Music
* 2004: The Evolution of Eminem
* 2004: The N-Word
* 2003: (Tupac: Resurrection)
* 2002: The Westside produtor
* 2003: Bad Boys II
* 2003: (A Man Apart)
* 2002: (8 Mile)
* 2001: Welcome To Death Row)
* 2000: Da Hip Hop Witch)
* 1997: Rhyme & Reason
* 1995: (The Show)
* 1995: (Friday)
* 1994: (Murder Was The Case) produtor
* 2005: Get Rich or Die Tryin´
* 2005: The Game: Documentary
* 2003: 50 Cent: The New Breed
* 2001: (The Wash)
* 1994: (Murder Was The Case)

As epocas são diferentes, o tempo fez crescer aquela barrigudinha sinistra, mas fez também com que a gente adquirisse um senso critico mais especifico. O ideal de qualidade daquela época (anos 80) era muito mais ligado a humanidade do que a tecnologia, velhas 808 faziam batidas alucinantes que aqui no Rio de Janeiro, comandavam milhões de jovens a dançarem e curtirem o grave que saía das caixas de som, bons tempos aqueles...

O que une essa duas épocas?
Um nome se sobresai: Dr.Dre.

Até hoje seus beats encantam as pessoas, mostram a agressividade de um ex NWA, o grave bass de um ex WCWC e a sonoridade de um produtor atualizado com as novas tecnologias e tendências musicais do século 21.

Tudo o que sabemos a respeito de produção vai passar um dia por esse lendário cara, lá dos confins da West Coast, viu e venceu num mundo altamente lucrativo e triplamente perigoso.

O mundo do rap. Quem será o próximo Dr. Dre?

Haverá um próximo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??