TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

2 de fev de 2013

quer ver uma coisa que quase ninguem viu??


Palestra


O hip hop  começou a chegar ao Brasil no começo dos anos 1980, com
grupos de varias regiões que se reuniam em lugares onde também o
movimento punk começava a surgir.

Os primeiros a aparecer foram os dançarinos de break que, expulsos
pelos comerciantes e policiais,dos
lugares mais próximos ao centro, transferiram-se para as periferias.

O dançarino Nelson Triunfo é considerado um dos primeiros dançarinos
do país e muitos B boys acabaram decidindo serem rappers difundindo um
pilar a mais da cultura hip hop em cada lugar.

O talento e a desenvoltura de dançarinos de soul music, como Nelson
Triunfo, extrapolaram o espaço dos salões e ganharam as ruas centrais
da capital.

Outro destaque é Nino Brown, que, ao descobrir o hip hop, mesmo sem
saber inglês, passou a trocar correspondências com Afrika Bambaataa.
Em uma das vindas dele ao Brasil, o ídolo se emocionou ao conhecê lo e
lhe deu o título de Zulu King, tornando- o representante Universal
Zulu Nation, no País.

Nos anos 80, multiplicam- se as equipes de dança de rua. Conhecidas
como gangues, Back Spin Kings (depois Back Spin Crew), Nação Zulu,
Crazy Crew, Street Warriors e os Gêmeos - hoje grande expressão do
grafite no mundo...

Mais para o meio da década, o rap experimentou no Brasil suas
primeiras fusões com o rock, em bandas
como a carioca Planet Hemp http://www.youtube.com/watch?v=MfKd9KKe0Tc

 e em grupos de rap que viraram banda, como o paulistano Pavilhão 9
(referência ao local no presídio do Carandiru onde mais de 100 presos
foram executados de uma vez só pela polícia) .
http://www.youtube.com/watch?v=MM5J0dGKDkA

Um grupo esta ate hoje fazendo shows desde esta época  e com a mesma
formação , racionais mcs
http://www.youtube.com/watch?v=7Kni_KvBhMI&feature=related


O subúrbio do Rio fervia ao balanço da música negra. O rap gênero que
se fundia ao soul music, ao samba , ganhava uma projeção inédita e
transbordava e importava idéias.
Hoje o rapper Marcelo D2 faz uma mistura entre o samba de raiz e o rap...
http://www.youtube.com/watch?v=hLGimeN44l4&feature=fvwrel

Paralelamente, o rap se expandia para outras partes do Brasil,
inspirando uma série de artistas, como :

Câmbio Negro e o GOG (de Brasília capital do Brasil que fica bem no
centro do pais)
http://www.youtube.com/watch?v=5SVXKrMfitM
http://www.youtube.com/watch?v=6v0oXz499xg


Faces do Subúrbio (de Recife, nordeste do Pais de clima seco onde
também surgiu o rapper-embolador Chico Science)
http://www.youtube.com/watch?v=f_6WzaH2Y5U
http://www.youtube.com/watch?v=UVab41Zn7Yc


RPW ( de São Paulo , região sudeste e grande cidade do Brasil ,que
juntou o hard core com o rap e criou o estilo bate cabeça)
http://www.youtube.com/watch?v=0EZN10Q3LUU&feature=related

Da Guedes ( de Porto Alegre regiao sul do Brasil)
http://www.youtube.com/watch?v=OvhkvDyY8eU

Suspeitos na Mira (Espírito Santo)
http://www.youtube.com/watch?v=5Gn11AnE0SA

O Brasil e muito grande e possui dimensões continentais , por este
tamanho a populacao brasileira [e muito heterogênea e com
caracteristicas diferenciadas que podem ir desde o sotaque ao
comportamento, das referencias e das faltas de referencias culturais.

Tentar entender , como uma cultura de fora conseguiu a penetracao que
o hip hop conseguiu no Brasil , e desafiador  mas por outro lado se
focarmos na origem das manifestacoes populares e de como
as convergencias artísticas e sociais foram sendo moldadas , no correr
dos anos , teremos uma visão mais próxima do entendimento que
almejamos.

No nordeste do Brasil onde foram criados ritmos como  a embolada e o
repente que muitos falam que são os ancestrais do rap , pois são
versos feitos de improviso, ainda hoje mcs estão misturando esses
ritmos da terra com o rap , exemplo disso [e o mc rapadura

http://www.youtube.com/watch?v=2EtOKS1lSZ8

No Brasil a arte em geral sempre foi sendo misturada e aglutinadora de
diversos conceitos artísticos, temos por exemplo a capoeira.

A Capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura
arte-marcial, esporte, cultura popular e música.

O Movimento Hip Hop Organizado do Brasil - MH2O é uma das maiores
organizações de hip hop do Brasil atuando em 14 estados e em cinco
deles mantém intervenção econômica. Foi fundado em 1989 na zona oeste
de Fortaleza, capital do Ceará, estendendo-se rapidamente por toda
cidade chegando ao interior do estado.

Originado pela fusão entre grupos do Movimento Estudantil e Crews de
Hip Hop, sempre atuou junto aos movimentos sociais e populares do
País.

Em 1998 o Movimento Hip Hop Organizado criou a ONG MH2O e passou a
atuar no campo institucional, hoje é uma das maiores ONG's de
juventude do Brasil. Estima-se em mais de 6000 o número de membros
dessa Organização que atualmente trabalha a sua Internacionalização.

Outro exemplo de como o hiphop pode modificar a realidade em volta foi
dado pela ONG enraizados , que hoje atua em vários países e estados do
Brasil produzindo e criando novos links com vários setores da
sociedade , El Movimiento Enraizados se creó con el objetivo de unir
tanto a artistas como activistas pertenecientes a la escena Hip-Hop
brasileña (rap, break, dj y graffiti).
Divulgando a cada artista y promoviendo la cultura y la acción social
a traves de la militancia en las periferias de las grandes ciudades.

Em agosto de 1989, Milton Salles criou a MH20 -“Movimento Hip Hop
Organizado”- com oficinas nas periferias e shows gratuitos. Hoje, ele
é responsável pela Companhia Paulista de Hip Hop, e continua com os
mesmos objetivos: divulgar os quatro elementos do Hip Hop: o break, o
Mc, o Dj, o Graffiti.

A presença feminina no hip hop é cada vez maior. Primeiro foram as
dançarinas e as cantoras que faziam back vocal para rappers. Hoje há
várias MCs famosas, mulheres DJs e grafiteiras. A verdadeira cultura é
ilimitada e evolutiva. Não é mero modismo, tem raiz. Não se rende a
intolerâncias, às leis de mercado ou à mídia. Não pertence a ninguém,
mas a todos que a respeitam e a desenvolvem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??