TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

21 de mai de 2011

caxias old school



Turma dos Smurfs - ou Grupo Simple Dance

[anos 80...]

g e r a ç ã o b a i l e f u n k !



!!!!! História do Grupo !!!!


(nem vou usar muito minhas palavras de Poeta Xandu - Marquinho escreve muito bem!! Apenas faço um resumo, algumas correções, mas a estrutura literária fica quase no original. Sim: ainda me falta autorização, inclusive para as fotos - em breve, esperamos. Aproveita pra conhecer a nomenclatura de movimentos dessa galera Old School!!)





Foi em 1986 que surgiu na Vila Rosário, Duque de Caxias/RJ, uma rapaziada que fez história nas danças black do Rio. Gente que já curtia os bailes da Equipe Giros, no clube de Nova Iguaçu. Na verdade, o baile para nós não terminava, só dava um tempo, e assim resolvemos formar um grupo de danças. Diz Marcos, nosso comandante nessa história, queria "botar fim na história de violência no bairro, fim da monotonia nos finais de semana"

Então formaram uma galera de baile, diferentes das que já existiam - "Queríamos formar uma galera que chamasse atenção de todos!" E assim foi: Marquinho, Paulinho, Marlon, Bhega, Moises, Isaias, Alceir, China, Bhega Dois, Luiz Da Rinha, Jorge (Do Seu Vicente), Marcio Mudinho, Rogério E Renato Da Dona (Ceci)." Os pioneiros na Turma dos Smurfs - "Onde Tudo Começou."



Show na quadra da Grande Rio, estrelando:
Simple Dance, Mov. Funk Rio, MC Mascote, MC Neném, MC Galo.
"Nesse dia nós arrebentamos!!"











B.Boy Tulon (in memorian) mandando um GIRO DE COSTAS!!

Então, existia o baile do Cema, "que era muito vazio". Pouco tempo depois a galera dos Smurfs ficou conhecida, de boca-a-boca, uma galera que dançava muito. Foi uma fama que atravessou fronteiras, chegando a todos bairros e clubes. Recreativo Caxiense era o salão de festas predileto. Quando a Equipe Sagitários tocava a Melô dos Smurfs - "Euforia Total! Contagiava até quem não era da Turma..." O China "saía como um louco pulando por todo o baile, uma das atrações com certeza!"


Com o sucesso, os Smurfs começaram a ser chamados, vários convites para fazer apresentações: em Escolas, Festas, Desfiles, aberturas de shows, Formaturas, Festas de Rua, Festa de Quadrilhas, Concurso de Danças... Enfim... Tudo que chamavam o nosso grupo, nós não negávamos fogo! Nos Concursos de Danças, "sempre com nossas participações nos primeiros lugares!" E assim, com tanta visibiladade, começamos a fazer apresentações em Bailes Funk locais.
B.Boy Marquinhos fazendo TARTARUGA!!







CARROSSEL com B.Boy Ceí (Redley verde e cinza) e China!!











B.Boy Ceí e Tulon fazendo MOINHO DE VENTO!

Daquela época, fizemos escola: Turma da Casinha, Turma do Rato, Turma da Marinha, Turma do Pombal, Turma da Coruja, Turma do ABC, Turma do Gargamel, Turma do Rebeldes, Turma do Bede, Turma da Loma. "Era muito bonito ver aquele montão de Turmas, cada uma com suas blusas caracterizadas, suas coreografias - Todo mundo em paz."

Rapidinho geral queria saber quem eram eles, o baile arrebentando a boca do balão. Muita dança! A galera levava tão a sério suas Turmas que durante a semana havia vários ensaios. "Era muito maneiro!" Todo dia nós nos encontrávamos para falar de tudo que aconteceu no final de semana, de bom, de ruim. Tudo acabava em muitas gargalhadas.



B.Boy China no GIRO DE CABEÇA!!

Nessa juntou a segunda geração dos Smurfs, com Sergio Tributina, Barraco, Flávio Tomate, Charuto, Celso Moscão, Jucelino, Marcelo, João Paulo, Emerson, Edimilso Fúria, Alexandre, Claudião, Vino, Lobão, Chocolate, Bhero, Marcelo Vacilão, Marcelo Prego, Marcelo Cabeça, Jack, Alessandro, Davi, Marco, Tulon, Marcio Pintor, Adelson Cajá, Banha, Dionísio, Pará, Careca, Vaguinho, Beto Perereca, Assis, Adriano, Ediram, Cláudio Fotografo, Moises, Renato Do (Morro), Fabiano, Jadi, Ronaldo Ceguinho, Cide, Cley, Marcio Galão, Mauro Neguinho, Carlota, Jairo, Leandro, Leonardo - (todos esses, eu traduzi ajuntando os apelidos aos nomes, mas posso estar errado, pois foi escrito sem vírgulas).

Muitas meninas aderiram também: Silvia (1), Selma, Jussara, Geísa, Cristina, Claudia, Lili, Ana Paula (1), Ana Paula (2), Patrícia, Sueli, Silvia (2), Alessandra, Mônica, Dona Black, Andréia, Kátia, Márcia, Simone, Aninha, mais um montão. No final, já existiam a Turma dos Smurfs 1, Turma dos Smurfs 2, Smurfs 3, Smurfetes e Smurfs Mirim...

Em 1989 uma briga generalizada estancou no Clube Cema da Vila Rosário. Estavam a Turma do Smurfs, Turma do Abc, Rebeldes, Gargamel, entre outras. "Foi uma confusão total, todo mundo brigando com todo mundo." O clube promoveu um concurso de Galeras, valendo 15 Litros de Vinho - mas alegria acabou ali. Na semana seguinte, não dava mais pra frequentar o Baile do Cema, foi quando começaram a curtir os baile de fora.


Smurfetes: Adriana Black e Andreia, na dança do Gut-Gut

A primeira visita foi ao baile da equipe Rio de Janeiro, em Campo Grande, Zona Oeste! "Foi Sucesso Total!" Todos queriam saber quem eram aqueles caras, com aquelas camisas iguais. Mas... "No melhor da festa tínhamos que nos retirar para não perder o ônibus."

Na Vila Olímpica de Niterói, Fluminense de Niterói, Vila Lage de Songonsalo - "Nossa!" - Mauá de Songonsalo, Ginásio do Madureira, Rosário de Saracuruna, Clai de Imbariê, Juquinha, Center Clube do Íris, Fluminense de Niterói, Ginásio do Madureira, Recreativo Caxiense, entre outros... - "Não posso me esquecer do Bananal! Quantos Bailes Bons! Quantas Amizades!"

B.Boy Bhega e Marco Tulon jogando um CARROSSEL!

Nesse meio tempo, as galeras da confusão no Cema pensavam que estavámos com medo deles... Ficamos sabendo que o baile ficou muito fraco sem nossa presença, a ponto do dono clube pedir a nossa volta. Foi só nós voltarmos freqüentar, tudo voltou como era antes! Baile lotado, alegria, danças - até que o baile do Cema acabou. Foi a fase do Baile do Pavão, com Brasil Disco Funk.



Smurfs no baile do Pavão, onde tudo começou a decolar!
Na foto: Marquinhos, Cei, China, Bhega, João Paulo, Celino, Navajo (de preto) e Leonardo!


MC BATATA ficou muito famoso com o Hit: A Feira de Acari, que virou até tema de novela. Eu não quero me deter nele e sim em seus dançarinos. Quando o Mc Batata veio fazer um show no Pavão, nos impressinou muito a maneira irreverente como eles dançavam. Eram eles: Marquinho, Me Chuta e Wallace. Arrumamos logo um jeito de conhecer os caras, que foram muito simpaticos nos atenderam prontamente.



Uma vez em Niteroi, pra curtir a Sagitárius VS. Super Cash Box, na Vila Olímpica de Niterói - Cara foi inesquecível para nós! - por lá, reencontramos Marquinho, Me Chuta e Wallace. Eles nos apresentaram a rapaziada do Funk Brasil, que ná época estavam arrebentando!! Em Niterói conheci outras pessoas como: Satélite, dançarino do Abdula; Caô, que cantava a música da Silvia; Mél, que dançava muito!! E as galeras que faziam rodinha de dança, tanto no Vila Fluminense, como no Vila Lage... Época boa, que por mim nunca acabaria.



B.Boy Ninja (SP) - ensinou Moinho de Vento aos Smurfs!

Nossa fama chegou até o promotor de eventos Zezinho, dono da Equipe de Som ZZ Disco. Foi o surgimento do Simple Dance. Fomos convidados para fazer parte da primeira Caravana de Funk do Rio de Janeiro - Cara aquilo foi demais para nós!! Ver uma coisa que começou só como brincadeira de amigos, se tornar um trabalho sério e prazeiroso - Para nós foi um prêmio!





Não sei até hoje de quem foi a idéia do nome Simple Dance. Confesso que não foi idéia minha. Uns dizem que foi o B.Boy Gero. Outros falam que foi o Carlimhos 1000. Quem foi ao certo, não sei. Mas caiu como uma luva. Deu a levantada que o grupo precisava. Ouvir nosso nome na Rádio Imprensa FM [102,9], uma das únicas rádios que tocava Funk naquela época - isso a semana toda!! Era demais!



B.Boy Navajo mandando um SUICÍDIO no Caxiense!



+/- assim: "Não percam! Neste sábado, ZZ Disco, Carlinhos 1000, As Gatas 1000, e o Grupo Simple Dance!!" - Era muita onda.



B.Boy Navajo lascando um MORTAL no Recreativo Caxiense!!!




Fizemos abertura do show da cantora Sandra [de] Sá, do cantor Nico Rezende, no Pavão, show do Bebeto no Gramacho, e muito outros que faziam sucesso naquela época. Nosso grupo ganhou muita fama, mas só dançava. Cobrados pelo Carlinhos, então começamos cantar nos shows - foi o RAP da Gatinha. Participávamos dos Concursos de RAP da época; e ficamos em segundo lugar - como prêmio, gravamos uma demo para Rádio Manchete FM 89,9.






B.Boy China e Ceí RODANDO DE CABEÇA!

Nossa música tocava 3 vezes ao dia na programação da rádio. O Simple Dance explodiu de vez!! Vários Shows!! Quem havia saído do grupo, quis voltar; quem chamava a gente de maluco, quis se aproximar... Enfim, parecia que era a consagração do grupo. Mas... começaram a sofrer para gravar um disco: uns pedindo dinheiro pra isso, outros fazendo bloqueio. Não queriam concorrência. Era o lado negro do Funk, um lado que não conhecíamos ainda.



B.Boy Ceí soltando o TARTARUGA!



Mão Amiga, guarde esse nome: Betinho, dono da Equipe Explosão. Esse cara deu uma grande moral para nosso grupo: gravou duas músicas nossas no 1° LP da sua Equipe. Foi demais! Bom, esse irmão ajudou muita gente: a MC Cacau, esposa do MC Marcinho... Não dá para registrar tudo que rolou - daria um livro.

Fim? Não sei, Marquinho é cheio de histórias... Ainda será entrevistado pelo Zine00 - compromisso!!





Turma dos Smurfs:
B.Boy Celino, Marcelo (irmão do Marquinhos) e Marcelo Cabeça!
Embaixo: B.Boy Ceí, Leonardo e Celso!





Hoje Marquinho é do Fattor MC, possui um trabalho com arte e propaganda. Outro dia mesmo, foi ao Santa Marta visitar a lage do Michael Jackson - símbolo na street dance, que tanto inspirou as várias turmas de dança do Rio.


Camiseta histórica: Turma dos dos Smurfs!!





Valeu Marquinho!










Simple Dance arrebentou aki pelo Zine00 - tudonosso!







Um comentário:

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??