TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

24 de fev de 2011

me...

O rapper começou a carreira por influência do pai, que trabalhava como DJ no clube Cassino Bangu, e trabalhando em lojas de vinis, descobriu a verdadeira paixão pela música.

“A música é nossa ligação com o invisível, porque quando criamos uma letra ou uma melodia estamos sendo deuses de nossos sentidos”.


Seu novo trabalho, ALÉM DA CALAMIDADE VOL. 1, traz uma mistura de chorinho, jazz, reggae, samba, forró, eletro bass e claro, muito rap.
Para o músico, o rap também é poesia e discorda dos críticos que analisam o rap como forma de protesto, crítica, “música de preto ou musica de favela”. Segundo ele, “o rap é tudo isso e muito mais, ele é alegria, técnica, música de branquelo, música de milionário.

É música e música não tem dono, nem rédea”.

Além de cantar , Slow também se preocupa com a formação profissional e social dos jovens da região. Ele faz parte de diversos movimentos sociais entre Ong’s, Instuições de Ensino, Presídios e Casas de Cultura.


Os principais trabalhos sociais desenvolvidos por Slow no Projeto Cine Caceragem, realizado na 52ª Delegacia de Polícia. O projeto é um eixo da Companhia Brasileira de Cinema Barato, de criação do compositor e ex-baterista do grupo O Rappa, Marcelo Yuka.

Para divulgar seu trabalho, o rapper utiliza a internet, expondo suas idéias através de seu Blog “todo dia um texto novo” e também usa o myspace para mostrar seu som. Pelos trabalhos musicais realizados, Slow já recebeu o prêmio Hutúz de melhor MC de batalha do Brasil, considerado o Oscar do HipHop, entre outras premiações.


Por Carolina Mattos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??