TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

20 de ago de 2010

SOU ESTRANHO MESMO

Acho mesmo que sou estranho...
Eu até escuto vozes...
Uma delas dizia assim isistentemente, martelando "vai doer, amar , vai doer".



E aquela voz ali assim explodindo, e os limites ficando sensíveis e inconstantes...
Quando a solidão se tornava insuspeita e inevitável, dolorosa demais, parei, recuei e recusei, com o medo da loucura ...A loucura séria.


E já aos 30 e poUcos anos , resolvi me ouvir e amar... Amar e amar de verdade...


O diálogo foi uma sensação real...


Eu estava presente ali, mais omisso e maior que as outras vozes.
Aí tracei o fio de cada minúcia que levou aqui e ali, pensando que é tão importante crer nesse diálogo , como crer que há milhões de formigas sobre meu corpo agora...

Invadindo o teclado invadindo o mouse.



- Quem falava?
- Posso mostrar, posso ser e rir e brincar com as malvadas palavras, trapacear com os versos, como fiz, ou tropeçar com as frases.


Cair ,descrever esquecer e fugir como um caveirão carioca , pensei fugir pela neurose (Estranho meeeeeeeeeeeeeesmo)

Eu sou estranho e a voz estranha que ouço pode ser a luz falsa do ORGULHO... Porque não é a barcaça de sentido que navega pelo caminho traçado... Sentido que se forma onde? Na máscara fria e arrogante, e solitária ou no riso desse apaixonado???


"Grande coisa - Grande palerma."


Mas na simples loucura falta a poesia e não há vida sem ela.
Qual poesia? Where's the rap?


Ouço a minha voz , e acreditei na luz e na possibilidade ínfima de ser F.E.L.I.Z.


Porque há palavras e coisas que me soam mais bonitas (amor), outras mais fortes(solidão) e outras ainda mais sinceras(eu).Mas algumas me reverberam nos intestino(estranheza).....................................................................


Porque essas e não outras epifanias orgânicas? Porque serão uns os mais sensíveis? ou porque acreditamos mais neles?


Deveria(voce, pessoa) ter ficado comovida e emocionada? Não foi exatamente o que fiz? Eu fiquei afinal... (EMOCIONADO... deixa...)



Sou como aqueles moleques que desmontam o despertador para aprender o que é o tempo.

3 comentários:

  1. Gosto de ler seus escritos formiguentos e cheios de meninice de quem não quer se levar tão à sério, mas também de quem precisa encontrar o relógio para saber se vai dar tempo...

    ResponderExcluir
  2. Espera! Formiga sobre seu corpo agora? Então está doce e não está sal de lagriminha em teclas.
    Reprimiu a emoção?
    Por quê?
    http://www.youtube.com/watch?v=nOzr1CciNE4

    ResponderExcluir

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??