TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

17 de mai de 2010

Esse é da bela psiqué parlando de poesia e pneumonia ...

Eu, Psique, com pneumonia, garimpei esses autores esplêndidos para ler num clima frio.

A nossa casa

A nossa casa, amor, a nossa casa!
Onte está ela, amor, que não a vejo?
Na minha doida fantasia em brasa
Constrói-a, num instante, o meu desejo!

Onde está ela, amor, a nossa casa?
O bem que neste mundo mais invejo.
O brando ninho aonde o nosso beijo
Será mais puro e doce que uma asa.

Sonho... que eu e tu, dois pobrezinhos,
Andamos de mãos dadas, nos caminhos

Duma terra de rosas, num jadim,
Num país de ilusão que nunca vi...
E que eu moro - tão bom! - dentro de ti
E tu, ó meu Amor, dentro de mim...

Florbela Espanca


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>


TRECHOS DE POEMA DE PABLO NERUDA


Menina morena e ágil, o sol que faz as frutas
o que madura os trigos, o que retorce as algas,
faz teu corpo alegre, teus luminosos olhos
e tua boca que tem o sorriso da água...


...Tu brincas com o sol como com um arroio
e ele te deixa nos olhos dois escuros remansos.


Menina morena e ágil, nada a ti me aproxima.
Tudo de ti me afasta, como do meio-dia.
És a delirante juventude da abelha,
a embriaguez da onda, a força da espiga.


Meu coração sombrio te procura...
e amo teu corpo alegre, tua voz solta e delgada
Borboleta morena doce e definitiva
como o trigal e o sol, a papoula e a água.

Por isso amo tanto essa guria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??