TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

24 de fev de 2010

SOLIDÃO...

O que é solidão?


"O filósofo alemão Martin Heidegger (1889-1976) afirma que estar só é a condição original de todo ser humano. Que cada um de nós é só no mundo. É como se o nascimento fosse uma espécie de lançamento da pessoa à sua própria sorte.

Atenção todos: vai ser lançado agora mais um ser no mundo , não nos responsabilizamos por traumas e coisas similares , no decorrer da vida."

Podemos nos conformar com isso ou não eu não me conformo e procuro me juntar com o máximo de pessoas que gosto até para espantar esse monstrengo chamado solidão.

Mas nos distinguimos uns dos outros pela maneira como lidamos com a solidão e com o sentimento de liberdade ou de abandono que dela decorre, dependendo do modo como interpretamos a origem de nossa existência. A partir daí podemos construir dois estilos de vida diferentes: o autêntico e o inautêntico."


"O homem se torna autêntico quando aceita a solidão como o preço da sua própria liberdade. E se torna inautêntico quando interpreta a solidão como abandono, como uma espécie de desconsideração de Deus ou da vida em relação a ele.


Desse modo não assume responsabilidade sobre as suas escolhas. Não aceita correr riscos para atingir seus objetivos, nem se sente responsável por sua existência, passando a buscar amparo e segurança nos outros. Com isso abre mão de sua própria existência, tornando-se um estranho para si mesmo, colocando-se a serviço dos outros e diluindo-se(feito um sonrisal rsrsrsrsr) no impessoal.


Permanece na vida sendo um coadjuvante em sua própria história. Você já pensou nisso?

Eu já... E continuo pensando nesse ano de 2010 e acho que vou pensar mais um pouco e por pensar e por isso tudo tento me mover , lembro de pessoas que usaram a mente de forma mais positiva:


E SEI QUE POSSO MAIS DO QUE PENSO...

Um comentário:

  1. Slow,
    Que bacana essa reflexão. Você sabe que essa também sempre me foi uma questão caríssima? Haver-se com essa verdade do filósofo.
    Uma vez procurei em um dicionário de filosofia do Andre Comte-Sponville (recomendo!), um filósofo francês, o verbete Solidão e lá ele dizia isso mesmo: Que solidão é condição do ser, é condição humana e não deve ser confundida com isolamento. O isolamento pode ser uma escolha, escolho isolar-me (o que, sem dúvida, gera um sofrimento, parecido com esse que você descreveu, acho até que esse ser inautêntico é um caminho que acaba levando as pessoas ao isolamento, não é mesmo? Já, ser autêntico é aceitar a solidão como condição e fazer disso algo possível para continuar existindo, autenticamente...
    Acho interessante pensarmos que o ser solitário é unico e é, portanto, o único responsável pela sua existência, sem as muletas de culpar os outros por nossos próprios problemas.
    Como você viu, esse assunto é um filosofar que não tem fim! rsrsrs Até me animei a fazer um comentário imenso. ;-p
    abs

    ResponderExcluir

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??