TODO DIA ...É 1 TEXTO NOVO!!!

13 de out de 2009

ONTEM CHOREI MUITO...

Ontem chorei muito...

Ontem foi dia 12 de Outubro de 2009 , e em plena Igreja da Candelária, coração do centro da cidade "maravilhosa" , lá estava eu chorando...

Foi um choro sangrento , doído , desses que a gente nunca mais esqueçe...

Ontem a trupe da Membros apresentou seu espetáculo "Meio fio" , só que foi tudo muito diferente , além da dança já clássica e muito clássica , foi apresentado também um ato político e um ato de amor...



Político , pois é preciso sim , dentro da arte ter essa veia exposta , que é de ser o apontador da sociedade , das suas virtudes e de suas mazelas...

Amoroso , por que tem coisas que só o amor pode fazer...

Uma das maiores manchas no nosso Rio de Janeiro , quase não foi lembrada nesse dia das crianças, eu disse quase , pois os resistentes estavam lá na Candelária , palco de uma das maiores tragédias já vista , nesse mundo louco...

A chacina de menores na porta desta igreja , representa a barbárie e o mal , que não queremos nas nossas vidas , e a não lembrança dessas crianças , no dia das crianças , é um fator a mais para o esquecimento , daquilo que foi , é e será uma mancha enorme , no coração da cidade das olímpiadas em 2016...

Logo que foi anunciado o inicio do espetáculo , um vento muito forte começou a soprar e para quem pode sentir algo no ar , esse momento foi marcante...

Quando tudo acabou , os Membros começaram a chorar de maneira copiosa , um choro que foi invadindo o rosto de cada pessoa que estava ali , como se fosse o vento soprando lágrimas nos nossos olhos e uma forte emoção me pegou , um "pai nosso" foi puxado e chorei muito...

Paulo Roberto de Oliveira
Anderson de Oliveira Pereira
Marcelo Cândido de Jesus
Valdevino Miguel de Almeida
"Gambazinho"
Leandro Santos da Conceição
Paulo José da Silva
Marcos Antônio Alves da Silva

Descansem em paz...

Cada dançarino , estava vestindo uma camisa com o nome de uma das crianças que não mais podem comemorar o dia das crianças...



Ontem chorei muito...
Ouvi muito choro...
O vento é quem sabe!!!!

Um comentário:

  1. Só espero, meu querido e humilde Slow, que o vento, por um momento possa levar todo mal embora.
    Eu ando mto sensivel e fiquei também emocionada por isso... Sou mãe e não posso imaginar minha prole solta e suja, abandonada... Isso dói.

    Slow o duro também é pensar que nós, como sociedade, não fazemos nada por elas, enquanto ainda estão vivas...

    Vc deve ser um bom ser humano Slow, nunca se corrompa!

    Abraço.

    ResponderExcluir

DEIXE AQUI SUA PALAVRA TÁ??